quarta-feira, agosto 10, 2016

Coisas qu'ouço #3

@supermercado

Moça ao telefone (25/26 anos): Ele disse que não sabe se vai fazer autópsia. Diz que ele é muito novo e que não precisa de passar por isso agora.

Silêncio de quem ouve o interlocutor.

Moça ao telefone (25/26 anos): O veterinário disse que é preferível dar-lhe uma injeção e esperar para ver o efeito e se ele melhora.

Mais silêncio.

Moça ao telefone (25/26 anos): A autópsia agora não é necessária. Ele é muito novo e não precisa de submeter-se à autópsia. É preferível a injeção.

E lá continuou nisto.

__________________________

Pensamento da Blue: Eu, que de bichos não percebo absolutamente nada de nada, diria que ele, aparentemente, é muito vivo para ser submetido à autópsia. Dêem, "mazé", a injeção ao bicho.

Saudações virtuais


terça-feira, agosto 09, 2016

Sugestões da Blue - Bem comer

Numa noite muito quente de Agosto e em plena cidade de Lisboa procurávamos um sítio para jantar. Sábado: tudo mais que cheio. Sítios chiques, sítios in, tascas típicas, restaurantes da moda; enfim, uma vasta escolha, mas tudo ou com um ar muito quente lá dentro ou demasiado cheio e com longas filas de espera. Até que em plena rua de São Paulo encontrámos a Casa Vintage. Não estava cheio e tinha uma ementa que nos agradou à leitura. Decidimos entrar. O anfitrião ofereceu-nos logo um aperitivo e enquanto nos encaminhava para uma mesa foi-nos dizendo que traria o dito aperitivo até nós. E assim foi. Seguiu-se a escolha do repasto e devo dizer que não foi fácil até porque além do que líamos tivémos oportunidade de ver passar verdadeiras iguarias à nossa frente que eram colocadas noutras mesas, o que tornou a escolha mais difícil. Mas depois de algum debate gastronómico lá nos decidimos e fizémos o pedido. Pelos nomes, soou-nos, também, a cozinha tradicional portuguesa revisitada. E, de facto, era verdade pelo que os nossos olhos iam comendo. 
Com esta coisa de ter feito a operação, hoje em dia, como muito menos e, por arrastamento, a família segue os meus passos logo entradas nem pedimos. Contudo fomos brindados com uma salada grega com uma apresentação diferente e muito, muito saborosa. Ahhh, e com rúcula, que não comi, porque não aprecio. Depois chegaram os maravilhosos repastos que estavam deliciosos não só à vista como ao palato. À vista podeis apreciar pelas fotos abaixo e quanto ao palato visitem o local que não se vão arrepender. É fresco, simpático e agradável.
Uma palavra de apreço para o serviço, cordialidade e atenção dos empregados. 
Sem dúvida um local a re-visitar!






 Sobremesa
 Bolsinha, em cortiça, onde vinha a conta
 Deixem-nos um comentário...

... e nós deixámos.


Saudações virtuais

sexta-feira, agosto 05, 2016

Parabéns, Avô João!

Hoje comemoraríamos mais um aniversário. O Teu. Não sei quantos e nem isso interessa para este dia. Seria dia de festa. Da boa. Da grande. Daquelas que só na nossa família se sabem fazer. Mimadas! Alegres! Cheias de animação e boa disposição! E, claro, com muito boa comida. As maravilhas confecionadas pela Avó e os doces da minha mãe e da minha tia. E quiçá, a minha mãe não faria um fantástico arroz-doce brindado com um belo desenho a canela, daquelas obras de arte que ainda hoje nos fascinam e para as quais ela tem tanta habilidade. Era só pedir, lembraste? Heidis, Pedros, Vickings, Abelhas-Maias era à vontade da criançada. E ainda hoje é à vontade de quem pede. :-) Ahhh e devo dizer-te que te sairam umas netas, eu incluída, e um neto que também se safam muito bem nas artes culinárias. A mesa seria ainda mais farta. Seria possível? Seria! Se calhar teríamos jantar hoje e pic-nic amanhã, como era quase sempre. Aniversário do Avô era sinal de picnicar no campo ou na praia. Era conforme os nossos apetites. E eram. e são, muitos apetites que ainda somos muitos. Este ano podia ser praia? Está tanto calor. :-)
Hoje dou-te os parabéns de cada vez que olhar para o céu (e não só), seja de dia ou de noite. Porque sei que estás a olhar por mim, por nós. Acordei contigo no pensamento e levei um enorme choque quando percebi que já lá vão 25 anos sem a tua presença física e eu ainda não me habituei à falta dela. Nunca me vou habituar, ambos sabemos. Tens mais um neto, já tem 20 anos - é um homem -, e 5 bisnetas lindas e maravilhosas. Só nascem miúdas nesta nova geração e de uma beleza, simpatia e educação da qual te orgulharias, concerteza! São a tua continuidade. Tenho tantas saudades tuas, Avô João. Temos todos que eu sei...

Eric Clapton - Tears in Heaven

Saudações virtuais



Repost

"sábado, maio 13, 2006

quinta-feira, agosto 04, 2016

Um dia... #1

... um dos teus atores preferidos vai convidar-te para um dos acontecimentos mais importantes da sua vida. Hoje é o dia!


Saudações virtuais

quarta-feira, agosto 03, 2016

Músicas de verão - 2016

Já toca na rádio desde o inverno. Janeiro/fevereiro, por aí. Não é o meu tipo de música. Mas a primeira vez que a ouvi cheirou-me a verão. Senti a areia nos pés, o sol na pele e a temperatura da água a subir por mim acima enquanto me preparo para as braçadas e mergulhos que tanto gosto de dar. Não conheço mais nenhuma música da banda e nem me dei ao trabalho de procurar. Não me despertou curiosidade. Gostei das sensações que o ritmo me transmitiu e só depois fui ler a letra. Até tem uma parte ou outra que sou eu. E tem o belo do conselho para a minha pessoa: "don't you tiptoe, tiptoe (...)". Conversa, meus caros, vou "tiptoe" para sempre que gato muito escaldado de água fria tem muito, muito medo. Ahhhhh pois é, bebés! E, claro, eu nem sou uma  animal person logo, "portantos" e afins está tudo dito. Voltando à música e numa palavra: diverte-me! E o facto de me ter transmitido o cheiro a verão em pleno inverno foi mais que meio caminho andado para me fazer sorrir. O verão é sol, calor, mar, descanso, esplanada, bebidas frescas, margaritas, sangria, sommersby, churrascos, convívio e música bem disposta e, por ora, escolho esta. Quiçá, outras virão...

Cake by the Ocean - DNCE


Saudações virtuais

terça-feira, agosto 02, 2016

Foi à inspeção

E, de repente, passaram-se 4 anos desde que mudei de carro e começou a faina da ida à inspeção e hoje foi o dia da 1ª do meu "Necoca". Lá dei às luzes, aos piscas, mostrei triângulo e colete, lá vi o meu fiel amigo a dar saltinhos, e lá o senti a abanar por todo o lado. No final: Aprovado! Voltamos daqui a 2 anos ao mesmo local para novo exame. Ou então sai-me o euro-milhões, ou encontro uma situação profissional mais estável, e compro outro mais do meu agrado. Até lá: siga para a estrada que temos autorização oficial para circular pelo mundo! :-)

Saudações virtuais

segunda-feira, agosto 01, 2016

Julho foi mais fácil e tranquilo, porque...


..., qual prisioneira numa cela fechada só com as grades a separar-me do mundo real e da luz do sol, todos os dias fui riscando um até à cruz final. Até à da libertção total. Até à Liberdade e ao encontro com a Paz de espírito e física.


Saudações virtuais