sexta-feira, dezembro 08, 2006

O casamento do meu melhor amigo ***

Chorei. Ri. Cantei. Dancei. Conversei. Emocionei-me. E acima de tudo assisti à união de duas pessoas que se amam muito e a quem desejo um futuro cheio de felicidade e alegrias com o equílibrio e ponderação necessários numa relação a dois.

Casou um grande amigo de infância, aquele a quem chamo "mano" e que me chama "mana". Ainda me lembro do primeiro dia em que o vi, tão pequenino e hoje está mais alto que eu. Já vivemos tantas aventuras juntos, já fizémos tropelias, já tivémos os nossos desentendimentos, já chorámos juntos, já rimos até ao limite (se é que isso existe!) juntos e temos um álbum de recordações comum que nunca iremos esquecer e sempre nos acompanhará (o exagero é propositado).

Hoje o meu mano passou para o clube dos casados acompanhado da sua princesa, uma amiga que ganhei nos últimos tempos. Os dois espelhavam felicidade e amor em cada gesto, em cada olhar, em cada sorriso e em cada beijo. Tive a honra de ser madrinha do noivo e assumi o meu papel com muito orgulho e alegria. Para eles tudo de bom, tal como disse no início deste post.

O casório correu como tantos outros: muita comida, muita alegria, muita música (ai, os gloriosos anos 80, do século XX), muita dança, muito convívio (conheci pessoas fantásticas), muita boa disposição e uma temática. O cinema, porque os noivos são verdadeiros cinéfilos. O convite era um DVD com excertos de vários filmes e as mesas, onde nos sentámos, estavam identificadas com DVD's de diversos filmes. A minha, ah pois claro: "O Padrinho". E, felizmente, não apareceu nenhuma cabeça de cavalo em lado nenhum. :-)

Gosto tanto, mas tanto de vocês que até vos perdoo o facto de terem ido casar praticamente à porta do estranho mundo onde trabalho.

Agora, façam-me o grande favor de serem felizes e de me deixarem assistir a essa felicidade sossegadinha aqui no meu canto.

Fico à espera do sobrinho/a para eu poder estragá-lo/a com mimos enquanto vocês tentam educá-lo/a.

Mano, we will always have Paris et oú vas tu? :-)

Deixo-vos uma dedicatória muito especial.

Simple Minds - Don't You Forget About Me

Saudações virtuais

*** Dentro do contexto só podia ter este título.

6 comentários:

scorpiowoman disse...

Que madrinha tão "babada"!!!
Fico feliz por saber que tudo correu bem, por sentir a tua alegria através das tuas palavras e por meio delas poder viver um pouquinho daquele que foi mais um dia da tua vida que jamais esquecerás.
Bem-hajas por partilhá-lo connosco.
Beijinhos** (e saudades)

Rosa disse...

Ai, os amigos... ;)
Tudo de bom para vocês todos!

BlueAngel disse...

scorpiowoman,

sou assim fico feliz com a felicidade dos meus amigos, porque é a minha felicidade também!

rosa,

obrigada! É uma sorte tê-los e saber conservá-los: merecer o seu respeito e a sua confiança, não há melhor.

Beguinha disse...

O título não podia estar melhor.

BlueAngel disse...

beguinha,

eu disse-te que ia mudar para melhor!

Anónimo disse...

Parabéns! Também gostei dos casamentos das minhas irmãs ou pelo menos gostei no dia em que se casaram.