quarta-feira, maio 16, 2007

Simplex... ou não








Segunda-feira, 14 de Maio: Desloco-me às urgências do Hospital Fernando da Fonseca, vulgo, Amadora-Sintra. Faço inscrição. Triagem. Radiografia. Consulta. Alta. Pagar taxa moderadora. Estranho o facto de a radiografia não estar descriminada, mas nem penso mais nisso. Ida ao médico de família pedir a bendita baixa. Regresso a casa.

Terça-feira, 15 de Maio: Nova ida ao mesmo hospital para uma consulta marcada há um mês (mas pedida há oito). Tirar senha. Responder à chamada. Confirmar consulta. Pagá-la. Esperar mais cinco minutos (juro que foi apenas isto). Uma consulta normal. Exames e outra consulta para marcar. Burocracias tratadas. Regresso a casa.

Quarta-feira, 16 de Maio, ou hoje: Recebo uma carta com uma factura no valor de 1,70 euros relativa à radiografia que tirei na segunda-feira. Posso pagar por cheque, vale postal ou dirigindo-me às instalações do hospital.


Está giro! Enquanto andei naquelas voltinhas todas pelo hospital de cada vez que um funcionário me atendeu teve acesso à minha ficha de paciente. Paguei duas consultas (a urgência e a marcada previamente) e em nenhum caso nenhum cérebro ali presente viu que eu tinha algo mais para pagar? Foi necessário um funcionário dispender o tempo dele para processar a factura, imprimi-la gastando uma folha de papel, assiná-la, carimbá-la, dobrá-la, colocá-la num envelope, fechá-lo e enviá-lo. Depois mais todo o serviço dos correios até a carta chegar a mim. E agora eu ainda tenho de gastar o meu tempo para fazer o pagamento? Qualquer cheque, vale postal ou viagem que eu tenha de fazer ao hospital me sairá mais caro? É incrível!!!! E ainda me falam em simplex? Por amor de Deus, passei os dois últimos dias em visitas ao hospital e ninguém me disse nada? Que falta de organização. É nestas coisas pequeninas que se vê o mau funcionamento de um país. E olhem que eu me fartei de elogiar a forma como tudo correu minimamente bem nestas "hospitalices".

Saudações virtuais

7 comentários:

Elora disse...

As melhoras!

BlueAngel disse...

Thanks a lot!

Sister San disse...

Tadinha dela, vê o lado positivo, sempre são 15 dias de descanso....As tuas melhoras e espero que em breve estejas separada das tuas duas novas e azuis melhores amigas;)!!!

abox disse...

1º as melhoras..
2º não pagues... não precisas gastar tempo e dinheiro para pagar isso...
se algum dia tiveres o azar de ires às urgencias outra vez... eles vão lembrar-te que tens esse dinheiro em falta e pagas na altura... se tudo correr bem e não precisares de ires às urgencias... és capaz de receber mais umas cartitas em casa... a ameaçar te com tribunal.. mas isso prescreve...
lolll sei do que falo... porque me recusei a pagar um serviço de raio-x numa urgencia porque o relatorio que me tinham feito estava mal...

BlueAngel disse...

sister san,

thanks a lot, também espero separar-me delas brevemente. Quanto ao descanso, acredita que estou a aproveitar e bem! :-)

abox,

1º obrigada;
2º ora aí está um belo conselho, na realidade eu vou coninuar a ir lá para outras consultas e pode ser que numa delas se lembrem de mim e me peçam essa foruna que etou a dever. Até lá... processem-me que eu deixo lol

scorpiowoman disse...

Há uns aninhos, fui parar a essa mesma unidade hospitalar depois de, enquanto "pendura" ter sofrido um acidente de automóvel em que lesionei o pescoço (felizmente sem muita gravidade). À saída disseram-me que como era uma urgência não tinha de pagar. Dias mais tarde, também recebi uma cartita a dizer que devia algo como seis euros por exames (RX) e taxa de urgência por ser acidente de viação.
Não paguei! Não pago (e nos entretantos, infelizmente, já voltei umas poucas vezes ao dito serviço de urgência e nunca me pediram o montante em questão) e não pagarei.
Tenho dito!
Ah, e quanto a falta de organização: palavras para quê?

BlueAngel disse...

scorpiowoman,

a única falta de organização foi a que aqui relatei. De resto foram bastante rápidos comigo.