sexta-feira, abril 11, 2008

Na mouche

Já imaginaram o que uma ponte pode dizer sobre vós? É verdade, uma simples travessia para a outra margem pode revelar toda uma forma de ser e de agir perante a vida. No meu caso, foi em cheio. Sem tirar nem pôr, quem gosta gosta e quem não gosta põe no canto e não volta a tocar. Agradeço que não abusem e depois deitem fora porque aquilo que fazemos recebemos em duplicado. E se não gostamos para os outros, por certo muito menos gostaremos para nós em dose dupla. Posto isto, e olhem que esta nem é a travessia que me dá mais jeito e que defendo, eu sou:

Saudações virtuais

4 comentários:

Diário de um Anjo disse...

Eles têm com cada ideia...vou já fazer...também não há assim tantas hipóteses..por enquanto!!!
Jinhos

Diário de um Anjo disse...

"Você é a Ponte Dom Luís:
É um clássico. Por vezes, você pode passar despercebido, mas sempre que as pessoas olham para si, não deixam de esboçar um sorriso. Gosta de festas, mas evita as grandes confusões". Ok. Agora tenho que ir ao Porto para conhecer;-)
jinho

Empregado de balcão disse...

Epá!! Sendo tu a ponte Chelas-Barreiro, vais me dar muito jeito para chegar à margem sul ;o)

Hehe!!

Andorinha Voa Voa disse...

:) Tenho que experimentar!