sábado, janeiro 10, 2009

E ao 9º dia (de 2009)...

... o carro não pegou. E eram 3h30 da manhã. E estava à porta da casa da mana. Depois da tentativa de ajuda de amigos resolvi pelo melhor. A mana dá-me guarida e amanhã de manhã penso nisto. Descansar é preciso também!!!

E assim foi... Ao 10º dia, pelas 11h35 da manhã, estou à espera do reboque para vir buscar o meu suspiro. Fim-de-semana sem carro e planos pelo cano abaixo. Sei que não é falta de gasolina, porque o depósito está a meio. Sei que não é bateria, porque um dos meus amigos percebe disto e disse logo que o barulho não era de bateria fraca ou em baixo. Portanto, lá para segunda-feira haverá diagnóstico. Até lá para deslocações aceito boleias e regresso aos transportes públicos (sem qualquer problema). Ou então fico em casa, porque, felizmente, trabalho não me falta.

Saudações virtuais

ADENDA - E eis que pelo meio-dia, mais coisa menos coisa, chega o reboque. E eis que o simpático senhor tenta ligar o carro e após várias tentativas "tcharan": o carro pega e motor começa a trabalhar como se nunca tivesse feito birra. E o senhor desliga o carro e volta a ligá-lo e funciona. E vamos dar uma volta à rotunda mais próxima (cerca de 100 metros) e tudo nos conformes. Ele sai, liga para assistência e diz: "a senhora (eu, caso vocês não tenham percebido) já leva o carro e se voltar a acontecer contacta-vos de novo". Ah, penso eu, pode voltar a acontecer. Explicações??? Nada que eu entenda, a não ser a possibilidade de poder estar relacionado com o muito frio que se tem feito sentir. Já estou a escrever de minha casa e quase de saída para as tarefas que tinha reservado para hoje. Mas agora, a vida ganhou uma nova emoção - pelo menos durante o fim-de-semana - porque nunca sei quando o meu suspiro me vai voltar a pregar uma partida. Planos para segunda-feira? Muitos, mas o primeiro é acordar cedo e estar à porta da oficina que não quero cá mais confusões para o meu lado.

2 comentários:

scoropiowoman disse...

Bem... o teu pegou. Grande sorte!
O meu... que até é parecido fez birra e foi mesmo parar à oficina. Acho que nestes modelos é comum avariar-se o imobilizador electrónico da direcção (i.e., o que faz o carro pegar porque liga ao motor de arranque).
Enfim... olha, espero que não seja nada demais!
Jinhos grandes e saudades***

Empregado de balcão disse...

Gostei desta frase: "felizmente, trabalho não me falta".

Falta-te ainda é uma prenda de Natal.