domingo, março 09, 2008

The Cure @ Pavilhão Atlântico

Para quem tem estado doente, como eu, ir ver "A Cura" poderia ter resolvido a coisa. Não resolveu totalmente, mas também não regrediu o processo logo menos mal. Pois claro, que se havia concerto aqui a Blue não podia faltar, até porque o bilhete já eu me tinha oferecido a mim própria no Natal. E fiz bem, porque esgotaram e muita gente já não conseguiu ir. Paciência!!! Eu fui!!!

Que dizer??? Gostei, não foi o concerto da minha vida (desses falei aqui e aqui). Os moços podiam ter cantado mais músicas mexidas e podiam ter colocado os mega êxitos mais espalhados pelo alinhamento. Tudo junto deu origem a momentos em que a plateia esteve estática a olhar para o palco. Todavia, o balanço é positivo. Esta era uma banda que queria ver há muito, mas ainda não tinha tido oportunidade. foram três horas de boa música, que poderia ter sido melhor caso o Pavilhão Atlântico não tivesse o eterno problema acústico que sempre terá. Quem diria que foi construído para este fim, não é??? Para quem não foi, e até para quem foi, aqui fica um "cadinho" de uma noite que valeu a pena.


video

The Cure - Friday I'm In Love - Pav. Atlântico, Lisboa - 08/março/08

Saudações virtuais

3 comentários:

Diário de um Anjo disse...

O pavilhão atlantico de facto foi construido pela estetica e não pela utilidade, parece-me.

Rosa disse...

Not my style. Aliás, fui jantar ao parque das nações nessa noite e, vendo a movimentação, comentei: "que diabo de concerto será este, que eu nem ouvi falar de nada?" :Þ

Sorrisos em Alta disse...

Realmente, o som do Pvilão é uma desilusão.

NUNCA ouvi lá um bom concerto (por causa do som, não das bandas).