segunda-feira, julho 07, 2008

Lisboa, a minha cidade

Deito-me com as chamas já em fase de rescaldo e controladas. Mas doeu voltar a ver o coração da minha cidade a arder. Chamas altas, bonitas à vista pela suas cores, mas dolorosas na alma. Lembrei-me do Chiado e senti as lágrimas de novo. Doeu na alma, outra vez. 20 anos depois do Chiado é a vez da Av. da Liberdade. O fogo é sempre injusto, na minha cidade será sempre cruel... sempre...

Lisboa, menina e moça - Carlos do Carmo e Mariza no Pav Atlântico, Dezembro de 2007

Saudações virtuais


4 comentários:

Elora disse...

Acordei com as notícias do fogo já controlado. Felizmente. Mas o pesadelo do Chiado vai estar sempre presente nos nossos corações.

Diário de um Anjo disse...

Fogo..conheço uma pessoa que teve q sair de casa toda a noite pq estava numa casa junto ao fogo:-s
beijinho

Sonya disse...

Eu vi a noticia madrugada adentro. Mal acabou o meu episodio do CSI e fizeram logo ligação de Última Hora. Confesso que quando vi, fiquei com o coração na boca. Mas felizmente o pior não aconteceu (pelo menos não na escala do Chiado). Não seria altura mais que suficiente para a nossa Camara resolver o problema dos prédios devolutos????? Digo eu, não sei...

jinhos

BlueAngel disse...

elora,

(mas tu és sempre a primeira? lol)Uma presença assombradora.

diário de um anjo,

deve ser um terror hoprrível, passo o pleonasmo.

sonynha princesa,

já vão tarde, minha linda, já vão tarde. Ainda assim não demasiado tarde para começarem esse processo.